Wikia Dofus
Advertisement
Resumo da Missão
Iniciando Fale com Dardondakal em [-9,-22]
Nível necessário 180
Pré-requisitos Dragão Branco
Nível da missão 200
Recompensas XP baseada no nível (Max: 6,300,000), 105,552 Kamas, 3 Núcleo de Protozorror
Itens necessários Corda de Escalada - Você terá de passar o calabouço Protozorror
Sequência Terra Cinza
Repetitiva Não

Rito de Passagem é uma missão.


Pegando a missão[]

Fale com Dardondakal em [-9,-22] no Templo do Kerubim, depois de derrotar o Gatolho, dentro da Sala de Marfim, ao final da missão Dragão Branco.
Diálogo

Depois de mais de cinco séculos, já estou cansado da morte. Está na hora de eu reencarnar. Todas as condições necessárias para o meu retorno estão presentes... menos uma. Tanatena. Ela não quer me ver entre os vivos.

  • Perguntar quem é Tanatena.

Ela é a rainha de Externam, a terra dos mortos. Por algum motivo que me escapa, ela quer me manter em seu reino. Sei que ela ouve os mortais. Se algum pudesse interceder por mim, talvez revertesse a situação.

  • Dizer que você está disposto a defender a causa de Dardondakal diante de Tanatena.

Para convencer a rainha, você vai ter que conseguir chegar até ela. Você vai precisar entrar em Externam. Sua honra ainda não chegou... pelo menos eu espero. Você não vai poder tomar o caminho que se revela aos defuntos e leva aos portões de Nekros. Mas existe outra via.

  • Continuar ouvindo.

O Rei Beldarion de Bonta conhece esse atalho. Um herói já o tomou a pedido dele. O soberano da cidade branca poderá mostrar o que fazer. Vá falar com ele, diga que fui eu que mandei você. Minha luz dissipará as eventuais dúvidas dele... Quando voltar aqui para anunciar a decisão da rainha, o Fogo Branco guiará você até mim.

  • Ir imediatamente para Bonta.

Etapa 1: Rito de passagem[]

Embora Externam seja um destino muito apreciado pelos mortais, visitá-lo antes da hora não é uma tarefa muito fácil. O rei Beldarion de Bonta conhece uma maneira alternativa de entrar lá.
Ele fica no Palácio de Bonta, em [-35,-61].
Diálogo
  • Dizer que foi Dardondakal quem enviou você.

... Eu sinto a luz do Fogo Branco ao seu redor. Dardondakal sempre foi um aliado precioso de Bonta. Como posso ajudar?

  • Evocar o caminho desviado para Externam que dragão mencionou.

Imagino que você esteja falando da Ferida de Orazal... É um portal para o reino dos mortos que foi aberto por um necromante e por pouco não provocou a ruína da cidade branca.

  • Descobrir mais sobre o assunto.

O rei Leorictus, um artigo soberano de Bonta, tentou se aproveitar do portal para lançar uma invasão de mortos-vivos. Felizmente, um portador de Dofus se levantou contra ele e o venceu.

  • Continuar ouvindo.

Para nós, é impossível fechar a Ferida de novo. É por isso que a campeã Ilyzaelle monta guarda na Caserna do Dia Sem Fim, onde fica a fenda. Ela cuida para que os espectros ardentes de Externam não nos invadam. Se eles conseguirem driblar a vigilância dela, os habitantes do Mundo dos Doze estarão condenados.

  • Perguntar como atravessar o portal.

Só uma alma marcada pelo além pode atravessar para o outro lado. O herói que neutralizou o Rei Carrancudo era um dos raros mortais capazes de realizar uma viagem assim. Hoje ele segue seu destino. Não creio que seja possível encontrá-lo. Mas o amigo dele era de Externam. Talvez ele conheça outro meio de atravessar a Ferida.

  • Fazer perguntas sobre esse amigo.

Eu o encontrei brevemente. É o fantasma de um Sram chamado Oskar Kassa. Da última vez que tive notícias, ele tinha deixado o Mundo dos Doze para entrar nas terras celestiais de Incarnam. Não sei o que ele quer por lá.

  • Agradecer as informações.

Boa sorte! Se você entrar em Externam, vai precisar. Quando tiver encontrado uma solução para atravessar o portal, fale com a Ilyzaelle. Eu vou garantir a colaboração da Guarda do Dia Sem Fim para que você não fique bloqueado pela grande preta que impede o acesso ao mirante.

  • Despedir-se e ir embora.
Ele fica em Incarnam, em [2,-1].
Diálogo
  • Dizer que você pretende atravessar a Ferida de Orazal para entrar em Externam.

Ah... Pelo que eu estou vendo, você parece bem vivo. Não pode atravessar o portal. A rainha Tanatena sabe proteger seu reino de visitantes inoportunos.

  • Perguntar se há alguma maneira de forçar a passagem.

Vamos ver... Tem uma história que circula entre os Passadores. Foi o velho Karonte quem me contou, numa noite regada a álcool na cripta dele. Segundo ele, existem máscaras mortuárias com as quais o mortal pode penetrar na Terra Cinza sem ter sido convidado.

  • Continuar ouvindo.

Eu pensava que essas máscaras fossem lenda, mas acho que vi uma num cofre do Relicário. Claro, não seria muito útil pra você... O Relicário é o banco de Externam, você não pode entrar lá. Aliás, nem eu. Os Ceifadores reforçaram a segurança depois do meu último furto.

  • Soltar um suspiro de decepção.

Quer um conselho? O melhor que você pode fazer é procurar alguém que saiba fabricar uma dessas famosas máscaras... Um especialista em artes funerárias, por exemplo. Não tem aquela loja de artigos funerários que apareceu nas Estepes de Sidimote? Você devia dar uma olhada nela.

  • Agradecer e seguir o conselho.
  • Encontre um especialista nas artes funerárias
Fale com Mortícia Dama nas Terras Profanadas, em [-15,27].
Diálogo
  • Dizer que você está procurando uma máscara mortuária.

A demanda por esse tipo de artigo não é alta hoje em dia, mas é sempre bom revisitar as velhas tradições. Como você quer a máscara? um rosto calmo, um sorriso ameaçador? Posso mostrar um catálogo de expressões hiper-realistas.

  • Responder que quer uma máscara que possa levar você para Externam.

Hum, entendi. Você está pensando nas obras de Jack, um Sram frigostiano que caiu de amores por uma cidadã da Terra Cinza... Ele é mais conhecido por suas excentricidades e sua paixão por doces, mas poucos sabem que criou máscaras excepcionais. Não estou falando das imitações associadas ao Pesadelo de Nataw, e sim das primeiras versões em osso petrificado.

  • Perguntar se ela seria capaz de fabricar uma máscara parecida com as do Jack.

Receio que não... Por outro lado, se você me trouxer uma das máscaras originais, devo conseguir reanimar a magia dela. Eu conheço o ritual que Jack usava para enfeitiçar suas criações.

  • Responder que você não tem nenhuma máscara consigo.

Sei por fontes seguras que uma máscara dele está guardada em Bonta ou Brakmar, numa das torres onde se reúnem as ordens da cidade. Para obtê-la, só depende de você fazer valer os seus direitos.

  • Ir imediatamente para uma das duas cidades.
  • Localize a máscara em uma das duas cidades inimigas
Vá até o último andar da Torre das Ordens correspondente ao seu alinhamento - Bonta [-34,-57] e Brakmar [-26,34] - e fale com o Zelador da Torre.
Zelador da Torre (Bonta)
Diálogo
  • Fazer perguntas sobre a máscara mortuária.

Vou verificar na minha lista... É, temos uma mascara mortuária guardada entre as nossas paredes, junto com tesouros pilhados para a glória de Bonta. Só os altos dignitários das ordens têm acesso à sala onde ela está.

  • Descobrir mais a respeito das condições necessárias.

Se tiver a patente de Guardião do Conhecimento, Mestre das Ilusões ou Herói Lendário, você poderá descer a escada e entrar no armazém. Não adianta tentar passar à força. Os encantamentos que protegem a torre são infalíveis.

  • Ir embora.
Zelador da Torre (Brakmar)
Diálogo
  • Fazer perguntas sobre a máscara mortuária.

Vou dar uma olhada na minha lista... É, temos uma máscara mortuária guardada entre as nossas paredes, junto com tesouros pilhados por gerações e gerações de brakmarianos. Só os altos dignitários das ordens têm acesso à sala onde ela está.

  • Descobrir mais a respeito das condições necessárias.

Se tiver a patente de Guardião das Torturas, Mestre das Sombras ou Herói do Apocalipse, você poderá descer a escada e entrar no armazém. Não adianta tentar passar à força. Os encantamentos que protegem a torre são infalíveis.

  • Ir embora.
  • Anuncie que você alcançou a patente mais elevada em uma das ordens das cidades
Requer nível 100 de Alinhamento e o 5° posto da ordem. Fale com o Zelador da Torre e suba as escadas.
Clique na caixa.
Você vai receber 1 Máscara Mortuária.
  • Recupere pó de alma de Wabbit [21,-13]. Clique na porta da estátua Wabbit, clique na estátua enterrada. Você enfrentará um Wabbit Falecido e um Black Wabbit Falecido. Apenas mais um jogador poderá participar da luta e atualizar ao mesmo tempo. Os Wabbits fracionam os danos recebidos. Após a luta, clique novamente na estátua enterrada.
  • Recupere pó de alma de Guerreiro Pandawa [27,-27]. selecione a opçao "perguntar de outro destino final", suba as escadas, vá para esquerda. Você enfrentará um Fantasma de Guerreiro Pandawa (8200) HP. Nenhum outro jogador poderá entrar na luta. Não deixe as invocações encostarem em você, elas te matarão caso isso aconteça. Após a luta, entre no templo e clique na tumba.
  • Recupere pó de alma de Maldito [12,-77]. Necessário acessar portão de Talk Kasha e possuir Corda de Escalada.
  • Recupere pó de alma de brakmariano torturado [-10,35]. Entre na cripta e clique na tumba. Você enfrentará um Chafer Brakmariano (8200 de HP). Nenhum outro jogador poderá entrar na luta. Após a luta, clique na tumba.
  • Recupere pó de alma de bontariano heróico [-20,-61]. Entre na cripta e clique na tumba. Você enfrentará um Chafer Bontariano (8200 de HP). Nenhum outro jogador poderá entrar na luta. Após a luta, clique na tumba.
  • Recupere pó de alma de Moon [29,7]. Entre no mapa secreto (ao lado da placa de macaco, na trilha) e clique na tumba.
  • Recupere pó de alma de Enutrof [-1,-4]. Entre no templo, vá para a porta dos fundos e siga reto. Você enfrentará um Fantasma de Enutrof (7900 de HP0. Outros jogadores podem entrar na luta e atualizar ao mesmo tempo. Após a luta, clique na tumba.
  • Recupere pó de alma de Goblin Minerador e vulcanólogo [-23,21]. Clique na entrada da mina, siga para a esquerda, desça a escada da esquerda, clique no buraco na parede e depois clique no barril.
  • Recupere pó de alma de Porkos [29,7]. Desça a escada e clique na tumba.
  • Recupere pó de alma de caçador de Pingwin [-64,-55]. Fale com o NPC para ir para o caminho do calabouço, vá para esquerda, clique na caverna e depois clique nos ossos.
  • Recupere pó de alma de alquimista ailurófilo [-54,14]. Desça as escadas e clique no travesseiro. Será iniciada uma luta contra um Fantasma de Miaw. Nenhum outro jogador poderá entrar na luta. Para desativá-lo, coloque a invocação perto dele. Ele te matará instantaneamente se ficar colado com ele.
  • Recupere pó de alma de Indizível [25,28]. Desça na cratera e clique na tumba


  • Mostre a Mortícia Dama 1x Urna Funerária
  • Receba a benção de um espírito psicopompo (necessário passar o calabouço barriga da baleia e falar com o NPC na saída)
  • Selecione a opção "Pedir que o espírito abençoe a máscara mortuária."
  • "Sentir uma energia percorrer a máscara."
  • Descubra o mapa "Ferida de Orazal" (indo ao calabouço Mirante de Ilyzaelle, não é necessário passar, basta falar com o Guardião na porta do calabouço).

Próxima missão Terra Cinza

Recompensas[]

Sucessos relacionados[]

Advertisement